SOBRE - Método
Image
A inovação vem com selo de qualidade

O Instituto Politécnico de Lisboa, através da Licenciatura em Música na Comunidade é o parceiro responsável pela definição do modelo de ensino-aprendizagem a implementar na Academia, bem como pelo acompanhamento e monitorização da sua implementação, a formação dos professores e a divulgação científica, nacional e internacional, dos resultados do projeto.

O desenho curricular

O desenho curricular alia ao fazer musical ancestral às novas possibilidades criativas trazidas pelo desenvolvimento tecnológico.

A aprendizagem organiza-se em torno de 3 grandes eixos, interligados pela prática musical e sustentados no desenvolvimento de pensamento teórico: produção musical; criação e composição; performance.

Gestão flexível do currículo

À medida que se vão descobrindo (a si mesmos e aos outros), os participantes vão desenvolvendo a capacidade de estabelecer objetivos. Com a ajuda dos mediadores, traçam projetos e, ao geri-los, desenvolvem a sua autonomia. Trabalham em equipa e, ao atingir os objetivos, reforçam a auto-confiança. É destes desafios que emergem as aprendizagens significativas para cada grupo e para cada indivíduo.

Não há um professor, há muita gente com quem aprender.

Através da organização de processos de tutoria e aprendizagem inter-pares, pretende-se criar uma verdadeira Comunidade de Prática na qual todos contribuem para o desenvolvimento musical de cada um, partilhando saberes, desenvolvendo práticas, comungando interesses.

A aprendizagem não é individual, é individualizada.

Não nos organizamos em aulas individuais, mas não nos esquecemos de que cada participante é único e precisa de atenção individualizada. A mediação flexível dos processos de aprendizagem permite múltiplas configurações, dando respostas diferentes a momentos e indivíduos diferentes.

Alimentar o entusiasmo é a regra

Situando-se em pleno VU, um local uma referência no mundo musical para os jovens, queremos alimentar exemplos de liberdade artística e diversidade, facilitando a proximidade a profissionais reconhecidos da indústria musical. O envolvimento com estes fatores, em contexto ambiental e formativo, permite não apenas a partilha da experiência acumulada destes, como também o incremento do acesso dos jovens a novas oportunidades, contribuindo para o alargamento das possibilidades de construção do seu projeto de vida.

A Skoola não ensina música

Organiza processos coletivos de aprendizagem e desenvolvimento musical, cujos protagonistas são os jovens participantes.


Acreditamos que cada indivíduo é construtor do seu próprio conhecimento e que essa construção é tanto mais eficaz quanto mais rico for o ambiente em que ocorre, quanto mais significativos forem os desafios colocados.

Projeto Co-financiado por

Investidores Sociais

Parceiros

Ideia Original e Produção

Parceiro Especial

© 2020 SKOOLA - Academia de Música Urbana